CategoriaQuilting

Qual manta usar no Patchwork?

Depois de preparar o topo do seu trabalho com o patchwork, é hora de montar o seu “sanduíche”. Para isso vamos precisar do topo, da manta e do tecido de forro.
A escolha da manta vai fazer toda diferença no resultado final do seu trabalho. Você quer uma manta mais leve, mais encorpada ou mais fofa.

O mercado patchwork no Brasil ainda é muito recente, mas está crescendo. Nós somos um mercado consumidor muito interessante para eles, afinal para fazer as colchas, mantas e bolsas de patchwork é preciso muita manta, não é verdade? Eu vejo bastante produtos fora do Brasil e vejo que a nossa manta tem qualidade, mas que ainda há muito que melhorar. Podemos usar como exemplo a Industria de Tecido, ela tem crescido muito nos últimos anos.

Por enquanto nós temos que nos adaptar com o produto que encontramos no mercado. Existem vários tipos de manta no mercado e na minha loja eu comercializo as que a gente mais usa:
MANTA R1 = poliéster, levemente colante de um lado e macia do outro, 100g ou 200g.
MANTA R2 = poliéster, levemente colante dos dois lados, 100g ou 200g.
Essa cola que existe nas mantas é uma cola temporária que é ativada com o calor do ferro de passar e que não faz uma aderência muito forte.

Qual a diferença?
A diferença básica entre a Manta R1 e a R2 pode ser percebida no toque das mãos. A Manta R2 é áspera dos dois lados por causa da resina e a R1 é áspera de um lado e macia do outro.

Nos meus trabalhos como mantas e caminhos de mesa eu uso a MANTA R1, acho que fica mais macio, sobretudo depois da primeira lavagem da peça. A MANTA R2 fica um pouco mais dura, mesmo depois da lavagem, então eu gosto de usá-la pra fazer um jogo americano. Se você usar a R2 numa manta, por exemplo, quando você a dobra, ela fica com a marca do vinco por causa da resina. Você pode encontrar estas mantas na cor branca e também na cor preta. É legal usar a manta escura com tecido escuro.

Pra você fazer um trabalho mais leve, mais macio, daqueles fininhos e fáceis de dobrar, você pode usar a Manta Âmbar ou a Manta Jade.
MANTA ÂMBAR = poliéster com algodão, antialérgica, fina e macia, 100g e 200g.
MANTA JADE = poliéster com viscose, fina e macia, 100g ou 200g.

As Mantas Acrílicas dever ser usadas naquelas mantas mais leves e fofas, tipo as mantas de bebê. Neste caso o seu trabalho vai ficar parecido com um edredon. Você pode escolher entre a de 100gr e 60gr. A de 100 deixa o seu trabalho mais fofinho, mas mais pesado, por isso eu tenho preferido fazer minhas mantas com a de 60gr.
MANTA ACRÍLICA = poliéster, não muito macia, espessuras entre 60g e 200g.

Pesquisei durante muito tempo que tipo de material eu poderia utilizar para estruturar as minhas bolsas até chegar no Forrobel, que é uma espécie de feltro, só que bem grosso. Como é também um material mais caro, eu costumo usar só para fazer bolsa e dou preferência às outras mantas na hora de montar uma colcha, um caminho de mesa, por exemplo.
FORROBEL = poliéster, espécie de feltro muito grosso, 330g.

O outro material que uso bastante para fazer as bolsas e carteiras é o Filter, que nada mais é do que uma entretela mais estruturada. É um material bem fininho, mas bem encorpado, eu costumo usar a de 150g pra fazer as minhas peças, se você comprar a de 200g vai ver que se parece até com uma cartolina, um papelão, é bem mais grosso e duro. Há quem utilize pra fazer o fundo das bolsas, substituindo o papel couro ou papelão.
FILTER = poliéster, fino e bem encorpado, vai de 150g a 250g.

Apesar de todas essas dicas, eu aconselho você a fazer as suas próprias experiências. Compre um pedaço de cada uma das mantas e veja o que se adequa melhor ao que você está querendo fazer.

Eu tenho um covite para você!

Quer dar os primeiros passos no QUILTING? Sabia que para fazer o Quilting, não é necessário talento ou DOM? Você precisa de suas coisas: Método e Treino

O Método é comigo e o treino é com você!

Mas não basta apenas treinar, tem que SABER treinar…

De 22/10 à 31/10 vai acontecer a SEMANA DO QUILTING, um evento totalmente GRAUITO e ON LINE onde eu vou te mostrar como dar os primeiros passos no QUILTING e como TREINAR de maneira CORRETA!

Para participar, é muito simples, clique no link abaixo e se inscreva.

LINK>> CLIQUE AQUI E VENHA PARTICIPAR << 

Espero que você aproveite tem as dicas.
Beijinhos e até a próxima!

O que é Trapunto?

O que é Trapunto?

O Trapunto é uma técnica italiana de quilting, criada antes do século 14 e que deixa alguns motivos em relevo. Esta técnica utiliza, pelo menos, duas camadas de enchimento na parte debaixo do trabalho para criar o efeito desejado.

Neste vídeo da série Patchwork Sem Segredo, que tenho no meu Canal de Youtube, eu te explico como fazer um Trapunto:

 

Aqui está o molde da flor utilizada no vídeo!

Basta clicar sobre o seguinte link: Molde Trapunto


Agora é só correr pra máquina, fazer o seu primeiro Trapunto e postar fotos pra eu ver!

Beijinhos

 

Tensão da Bobina: Como regular

Para que a sua máquina costure direitinho, é necessário que esteja limpa, lubrificada e toda regulada. Há vários pontos importantes para a tensão da linha. Um deles é a tensão da bobina. Nem todas as máquinas temo mesmo sistema de bobinas, mas as mais novas e também algumas longarms usam a caixa de bobina removível. As máquinas também possuem pontos de tensão por onde a linha dever ser passada antes de passar pela agulha.

A seguir falaremos um pouco sobre a regulagem da tensão da bobina.

  1. Para regular a tensão da caixa da bobina é necessário ter em mãos uma mini chave de fenda, daquelas bem pequenininhas utilizadas por óticas e relojoarias.
    tensão da bobina
  2. Segure a bobina pela linha para verificar a tensão dela. Se ficar presa no alto, significa que a tensão está muito alta. tensão da bobina
  3. Usando a chave de fenda, solte o parafuso para diminuir a tensão da linha e aperte para aumentar, se for necessário. tensão da bobina
  4. Segure novamente a bobina pela linha para verificar a tensão. A tensão ideal permite que a bobina deslize para baixo suavemente. A bobina não fica presa nem desce de uma vez. tensão da bobina

2ª Semana do Quilting

Quilting

O que é a Semana do Quilting?

A 2ª Semana do Quilting acontece de 29 de Maio até 04 de Junho de 2017.

Durante este período você terá acesso a um conteúdo exclusivo e inteiramente GRATUITO sobre o Quilting com a Ana Cosentino. O conteúdo será em formato de vídeo aulas que você poderá acessar quando quiser. Vamos conversar sobre o tema e também fazer aulas e exercícios práticos para ter uma noção básica sobre a técnica. Mas atenção, este conteúdo estará disponível apenas durante o período anunciado.

Será que eu consigo?

A grande maioria das pessoas tem MEDO. Acham que não vão conseguir fazer desenhos com a máquina de costura. Quantas vezes você parou diante de um trabalho quiltado e pensou “como será que se faz isso, será que consigo…”??

 

Nós sabemos, observando todos os nossos alunos que, na prática, o segredo é o treino feito a partir do método adequado. Há uma série de alunas na primeira turma que não quiltavam absolutamente nada e que agora estão fazendo maravilhas!

Veja alguns exemplos:

Izabel Bonatti Travesseiro

Joana Teresinha Nascimento‎

Rose Mary

 

 

O que é o Quilting?

É o nome dado à técnica de costura que prende as 3 camadas dos trabalhos de patchwork (topo + manta + forro) com pontos decorativos que dão estrutura ao trabalho e ao mesmo tempo decoram.

 

O quilting apareceu pela primeira vez na vestimenta de combate medievais. As camadas de tecido e forro, unidas por pontos formavam uma das camadas de proteção das armaduras dos guerreiros antigos e era formada por eles mesmos.

 

Fonte: https://hiveminer.com/Tags/medieval,needlework/Interesting

 

 

Fonte: http://squirespath.blogspot.com.br/p/gambeson-class-by-leonhart.html

Ele também pode ser feito à mão e essa atividade tem a tradição de reunir grupos de pessoas para fazer juntas um único trabalho. No geral são grupos de amigas, grupos religiosos de caridade e até  grupos de escoteiros. Era considerada uma atividade de desenvolvimento e socialização.

Fonte: http://saintcatherine.com/about/organizations/quilting-group/quilters-2/

Fonte: http://oursavioursmpls.org/quilting.html

Fonte: https://www.google.com.br/search?q=quilting+scout&rlz=1C1CHBF_pt-BRUS729BR732&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ved=0ahUKEwjbhdb1nZXUAhUPmJAKHdnqCGYQ_AUICygC&biw=1536&bih=686&dpr=1.25#imgrc=sg9tFvSLcOVadM

 

 

O quilting traz com ele muita história até chegar nos dias atuais. Caso você queira saber mais, faça o download do e-book que preparamos com muito carinho.

Clique aqui! 

 

Um trabalho bem aplicado é capaz de transformar totalmente o resultado final de uma peça. Agrega valor! Inclusive você pode fazer disso uma prestação de serviço. Há quem faça o quilting por encomenda e consiga assim uma renda extra.

 

Veja que maravilha o trabalho da brasileira Lucia Souza que foi premiado no Festival de Primavera de Paducah, nos Estados Unidos, este ano. 

Inscreva-se clicando aqui!

Você já se inscreveu na Semana do Quilting?

Você não pode ficar de fora dessa!

A seguir, alguns trabalhos da Ana Cosentino:

 

Fique atenta!

Temos certeza de que você vai adorar.

 

Até a próxima!

Equipe Ana Cosentino

Brazil Patchwork Show – 2017

Brazil Patchwork Show

A Brazil Patchwork Show foi uma maravilha!

Feira é uma loucura, dá um baita dum trabalho, mas quando acaba a gente fica sempre com a sensação gostosa de

missão cumprida. Gostoso rever velhos amigos, colegas de trabalho e também conhecer gente nova e receber toda a

boa energia que vem de vocês. Isso nos faz ter a certeza de que sempre vale a pena investir na corrente do bem!

 

Meu Stand:

 

Montar todo o stand, encher de mercadoria, decorar e organizar tudo é um trabalho enorme e que envolve toda a

nossa equipe. Com espírito de colaboração a gente consegue colocar tudo em seu devido lugar pra receber as

clientes da melhor maneira possível. Depois de tudo arrumadinho, deixamos à disposição uma equipe de

atendimento Nota Mil!! A equipe Ateliê Ana Cosentino e Alecrim Tecidos organizaram tudo com muito cuidado e

atenderam a cada uma com muito carinho, também! Recebemos muitos elogios.

 

Este ano escolhemos participar de 4 feiras ao longo do ano todo. A Brazil Patchwork Show – que aconteceu de 05 a

08 de Abril, no Espaço Pro Magno, ali na Casa Verde – foi a primeira delas. Apesar de todo o trabalho, é um momento

muito importante para nós, porque nos coloca em contato direto com o público, com as alunas dos cursos online e

também com as clientes da nossa loja virtual e aquelas que esperam sempre pelas feiras para nos visitar.

 

Que delícia as alunas chegando com olhos brilhando para falar com a professora. Ganharam abraços, tiraram fotos e

aquelas que trouxeram os cadernos para mostrar, ganharam visto e recadinho personalizado da professora.

 

Nas feiras a gente fica sabendo de cada história linda, muitas delas super motivadoras, por isso estamos também

gravando alguns depoimentos para poder compartilhar um pouco disso tudo que chega até nós. Teve bastante visita

de estrangeiras. Trazendo um carinho que atravessa continentes e oceanos. Um momento muito especial!

 

Também visitamos os nossos parceiros. A Handi Quilter estava lá exposta para quem quisesse experimentar. A Ana

Cosentino desafiou algumas pessoas só pra provar que qualquer um pode pilotar uma máquina de qualidade,

independente de sexo ou idade!

 

Não podemos nos esquecer das visitas ilustres que sempre nos recebem tão bem na gravação dos programas:

Arte Brasil

Kombina

Vida com Arte

Ateliê na TV

 

Nesta feira também fizemos o lançamento oficial da Alecrim, nossa empresa de tecidos. Um espaço para atender os

os lojistas, mas tudo a venda no varejo também em nossa loja. Apresentamos a Coleção Caribe, que conta com 7

variações entre o azul e o neutro e a Coleção Outonais que conta com 13 tons entre marrons, laranjas, verdes,

amarelos e neutro. Cores escolhidas e qualidade aprovadas por Ana Cosentino e suas alunas.

 

Depois que acaba bem o cansaço, mas também o agradecimento profundo a todos os envolvidos neste processo de

feira. Nós e toda a nossa equipe estamos felizes e muito orgulhosos. A gente trabalha sempre sorrindo, sempre se

divertindo e procurando sempre fazer o melhor atendimento possível!

“A concorrência saudável só estimula o crescimento do patchwork no Brasil. E com isso todos nós ganhamos,

empresários, lojistas, clientes e público!” (Ana Cosentino)

 

Até a próxima!

Este foi um artigo sobre a Brazil Patchwork Show, você gostou? Deixe seu comentário! 

Trabalho da minha Aluna Mayra Portugal

Estou muito orgulhosa da minha aluna Mayra Portugal (Aluna dos meus cursos on-line: Fundamentos do Patchwork, Fundamentos do Quilting e Academia do Patchwork)…

Vejam só que espetáculo esse trabalho dela!

Parabéns Mayra, estou muito orgulhosa!

Não perca!
De 6 à 12 de março teremos a SEMANA DOS FUNDAMENTOS DO PATCHWORK!

Um evento totalmente GRATUITO E ON LINE!

CLIQUE AQUI PARA PARTICIPAR

Quilting do meu aluno Yohan De Arc Lima‎

Quilting aluno

Quilting aluno:

Yohan De Arc Lima‎, aluno do meu curso online FUNDAMENTOS DO QUILTING. Estou muito orgulhosa deste garotão de cabelos grisalhos…Parabéns!!!!!!

Você que ainda não é aluna do curso FUNDAMENTOS DO QUILTING Entre neste link para saber mais sobre a próxima turma do Curso .